Namorada Portugal

Era uma vez...uma internet sem velhada!

2020.10.21 06:41 theInjusticeamongus Era uma vez...uma internet sem velhada!

Eu ainda sou do tempo em que a internet era uma espécie de submundo. Um escape. Apenas os mais jovens a usavam, pouca gente a tinha instalada em casa, e ficar online, nem que fosse só por 1 horinha, dava uma pica do caralho. Era o ponto alto do dia de qualquer criança e adolescente, desfrutar da sua horinha diária de conexão. Sim, porque era caro. 1 horinha por dia ficava-te aí nuns 20 euros por mês. Não tenho bem certeza, pois não era eu que a pagava. A velhada mal sabia o que era a internet, portanto tava-se bem. Não tinhamos de ter cuidado com o que publicávamos, nem tinhamos de ler o que o gang do AVC pensava. Era uma época em que os reumatoides guardavam o lado mais sombrio dos seus pensamentos para eles mesmos. Não te podiam convidar para jogos do facebook, e tava-se bem.

Este post vai ser um pouco longo. Espero que não se aborreçam. Talvez sirva para dar a conhecer algo de novo aos mais jovens, e ajudar os mais old school a recordaros bons velhos tempos. Se possível, partilhem também experiências que tenham tido quando a internet ainda era um dinossauro.

Internet nas escolas

As escolas têm computadores com ligação à internet desde inícios e meados dos anos 90. Nos intervalos podias utilizá-los. Essa utilização consistia em fazeres uma pesquisa random num motor de busca. "Tartarugas ninja", por exemplo. Depois vias as fotos. Sem supervisão parental, pesquisavas porno. Mas basicamente era isso. Não havia mesmo muito para fazer.

Lentidão

Havia horas em que a internet não se mexia. Dependia muito da quantidade de pessoas online. Tinhas de ser estratégico. Se fosses às 9 da noite, por exemplo, podias ter de esperar 15, 20 minutos para carregar uma simples página web. Um download de 5 megas levava facilmente meia hora, e era se a net estivesse boa. 5 megas era mais ou menos uma música.

Antes do Google

Google não existiu até 98, e mesmo a sua popularidade só veio mais tarde. Portanto, aí até 2000 o que se usava era o Altavista. Yahoo também era muito popular, e em Portugal os preferidos eram o Sapo, Aeiou e Clix, para tudo, mesmo pesquisas.

Antes do Youtube

Sinceramente, eu só soube o que era streaming aí por volta de 2004. Ir a um site e ver videos online não era prática comum. Nem havia nada que fosse muito popular. Pelo menos que me lembre. O Metacafe era o mais conhecido. Era tipo Youtube, mas muito menos popular. Portanto, não havia nenhum site deste género que toda a gente usasse . Dailymotion também tornou-se popular durante um curto período de tempo. Mas ainda hoje o utilizo para encontrar videos que o Youtube remove constantemente. Aconselho a toda a gente.

Porno

Nos anos 90 era mesmo só ir a sites tipo o da Playboy e ver gajas nuas. Resumia-se a isso. Fotos de gajas. Não se usava cá sites com vídeos. Víamos umas mamas e estava a andar. Naquela época ver mamas era de loucos. Acho que hoje em dia para sentires a emoção de ver mamas na internet nos anos 90 terias de encontrar um OVNI com ET's lá dentro. A banalização matou muitas emoções.
Depois em inicios de 2000's o que havia era sites tipo pornhub, mas com clips super curtos. 30, 40 segundos. Se algo te captasse a atenção depois tentavas sacar os filmes inteiros.

eMule

Era o que se usava para sacar merdas. Basicamente, colocavas um filme a sacar hoje, com alguma sorte para a semana estava completo. Mas isto já é mais recente. Em Portugal usou-se muito entre 2004 e 2006. Nos anos 90 e inicios de 2000 não se costumava sacar cenas. Ocasionalmente alguém partilhava um video num chat ou fórum para um evento ou algo assim, mas pouco mais. Acredito que houvesse forma de se sacar, mas não era comum. Em vez de filmes no disco rigido, tinhas um porta cd's cheio de filmes e pornografia.

Chats Clix e Terravista

Entre finais de anos 90 e inicios de 2000's era o que estava a dar. Não tinhas de te registar, e havia sempre umas centenas de pessoas prontas a conversar. Podias ser uma pessoa diferente todos os dias. O conceito de "catfish" não existia, pois catfishing era a norma. Era bom para o engate e conversas porcas. Proporcionava-nos uma sensação de liberdade. Na altura era tudo muito menos controlado. Não tinhas problemas legais com o que dizias e fazias na net, e nem sequer eras banido. Dificilmente te baniriam do Terravista. Era agradável, mas todos os dias havia alguém que entrava só para dizer algo tipo: "SEUS FILHOS DA PUTA!!!!!!!!!!!!! VÃO PO CARALHO QUE VOS FODA". E como não era banido, ficavas a ver uma conversa amena sobre cursos universitários e lá pelo meio um troll que não parava de insultar toda a gente. Tipo:
User A: Então, e que curso queres tirar?
User B: Estou a pensar em psicologia
Troll: QUANDO EU TE VIOLAR TU É QUE VAIS PRECISAR DE PSICÓLOGO!!!!!!!
User A: Também gosto muito. A minha irmã tirou o mesmo curso. Para que universidade vais?
Troll: ELA VAI PRA UNIVERSIDADE DAS PUTAS AMESTRADAS!!!!
User B: Em princípio universidade do porto. E tu?
Troll: VAIS-TE PROSTITUIR À PORTA DA UNIVERSIDADE DO PORTO, SUA VACALHONA!!
User A: Eu vou para a universidade de Évora

E isto podia arrastar-se durante horas. Era o pão nosso de cada dia.

A primeira vez que falei com alguém online foi no chat de clix. Quando disse "Olá" e do outro lado recebi um "Olá", nem queria acreditar. Fiquei super entusiasmado e respondi "CHUPA-ME O CARALHO, SUA PUTA!". Não fiquem chocados. Eram outros tempos.

Internet Relay Chat

O IRC foi o peso pesado da internet tuga entre 97 e 2005. Era onde existia a maior concentração de Portugueses ao mesmo tempo. Cerca de 30 mil online durante a noite. Era uma rede de chats, com canais sobre praticamente todos os temas. De certa forma era muito semelhante ao reddit, uma vez que qualquer pessoa podia criar o seu próprio canal e tentar torná-lo popular. Depois escolhia os moderadores para o seu canal.
Uma cena interessante do IRC era que poder falar com pessoas online ainda era o primeiro atrativo. A cultura da devassa da vida privada ainda não existia, e o pessoal não andava desesperado por popularidade. A excitação estava em poderes comunicar com desconhecidos. Era uma cena nova, revolucionária. E como não tínhamos o dia todo para estar na internet tentava-se tirar o máximo partido.
Um termo que já foi muito popular, mas agora raramente se usa, é o "blind date". Basicamente, entravas, metias conversa com uma gaja, perguntavas de onde ela tecla e marcavas um encontro para amanhã. Quase sempre sem troca de fotografias. Isto hoje em não acontece.
Foi no IRC que conheci as minhas primeiras namoradas. Nessa altura ainda havia romance online, pois era novidade. Hoje em dia está demasiado banalizado. Já toda a gente experimentou tudo toneladas de vezes e as pessoas tendem a ficar-se mais pelos seus círculos sociais reais, em vez de se aventurarem com desconhecidos.
O IRC era vida. Era tipo guerra dos tronos. Lembro-me de ter feito chantagem com o dono de um canal para ele me passar a administração. Ele fundou o canal, mas eu é que o tornei popular. Ele esteve ausente uns meses, e quando voltou começou a querer impor as ideias dele, e eu fiquei a odiá-lo. Um dia recebi notificação que ele estava online, mas não no nosso canal. Fui ver em que canal ele estava e era o #gayengates. Fiz print e depois fiz chantagem. Tornei-me no lider absoluto do canal. Bons tempos.
No inicio da era da banda larga, como não havia muito para fazer, o comum era o pessoal usar a internet só mesmo para IRC. Basicamente, era só o que fazias. Sempre ligado. Mesmo quando desligavas, podias deixar uma shell do teu nick sempre on, registando todas as conversas. Se soubesses mirc scripting podias até criar bots. Utilizadores fantasmas que estavam sempre on e executavam comandos. Por exemplo, podias escrever, no geral, !tempo, e ele dizia-te o tempo. Ou então !ban zetoy, e ele bania o zé. Era fascinante estar num canal com centenas de pessoas a madrugada toda a trocar mensagens. Mais uma vez, tal e qual como o Reddit. A diferença é que era formato de chat, não de fórum.
Nesta época os chats clix e terravista também eram muito populares, mas o pessoal do IRC era uma beca snob para com o do clix e terravista, pois os do clix e terravista eram os incautos, que nem sabiam o que o IRC era. Eram os chats dos pobrezinhos. IRC era para quem já sabia um bocadinho mais de tecnologia, uma vez que exigia que conhecesses alguns comandos.
O servidor mais popular em Portugal é a PTnet. Já quase ninguém usa isto, sem ser gays. No estrangeiro, no entanto, ainda há servidores com milhões de utilizadores, mas é uma cena mais para programadores. Basicamente, cada servidor era o seu próprio universo de IRC. Tu podias ir a qualquer servidor, mas se quisesses estar no com mais Portugueses era o PTnet.

MSN

MSN era um mensageiro, tipo Skype. O que tinha sempre on era o IRC e o MSN. Geralmente falavas com o pessoal no IRC, e depois trocavam contactos. MSN era mais pessoal. Isto em inícios de 2000. A dada altura toda a gente que tinha internet tinha MSN. Era mais popular do que IRC. Era quase o equivalente a ter whatsapp.

NETMEETING

Era basicamente para bater pivias por webcam e ver mamas. Tipo Skype, mas servia apenas para video. Quando falavas com uma gaja no IRC e querias fazer "sexo virtual", pedias-lhe o netmeeting. Isto foi ainda antes do MSN. É uma merda dos anos 90 e inicios de 2000. Acho que já ninguém usa, a menos que sejam dementes.

TUGA NINJA

Tuga Ninja foi um dos eventos mais entusiasmantes da internet nacional. Era um jogo de porrada no site da CLIX. Tinhas uma sala de chat com muita gente on e desafiavas quem quisesses para um combate. Consoante ganhavas, ias subindo no ranking. Era isso que dava pica, tentar chegar ao topo. Era muito simplório: o adversário decidia como te ia atacar, e tu tinhas de adivinhar a decisão dele e escolher a defesa. O que tornava o jogo especial era a banda sonora dos ENA PA 2000(?) e o design dos personagens, que eram todos caricaturas de diversos espectros da sociedade tuga, como é o caso de taxistas e peixeiras.

HI5

Acho que toda a gente deve conhecer o hi5, e foi quando a internet começou a apodrecer e o IRC começou a morrer, aí por volta de 2005/2006. Tornou-se na rede "mainstream" em Portugal. Mas mainstream na altura não era o mesmo que mainstream agora. Mainstream agora significa que a tua avó usa. Mainstream na altura significava que toda a gente com internet tinha. A título de curiosidade: só aí a partir de 2006 é que internet começou a ser uma coisa que toda a gente tem em casa. Lembro-me de em 2003 só eu e mais duas pessoas na minha turma termos internet em casa. E nos anos 90 então era raríssimo. Geralmente os meus colegas filhos de pais finos é que tinham net. Eu tive aí em 95 pela primeira vez.
O hi5 era muita chunga, mas dava para arranjar umas quecas. Na altura era tudo mais fácil, talvez pela escassez e pela novidade. Conheci muita gaja por aqui, mas tirando isso não há nada de bom a dizer. Era lixo. Curiosamente, o HI5 começou a morrer quando a velhada começou a usar net e a inscrever-se. Depois os jovens migraram para o FB, por volta de 2009, enquanto o HI5 ficou para o reumático. Hoje o FB começa a ser cena de velho e o IG é o alvo de migração dos mais jovens. Daqui a mais 1 anito ou dois os velhos começam a popular o IG e os jovens fogem para outra rede.

Myspace

O Myspace marca a era de ouro das redes sociais. E foi uma era muito curta. Digo de ouro porque ainda não eram bem o cancro que são hoje em dia, e nenhuma rede social dominava TUDO, como acontece com o FB. Na verdade, as pessoas estavam espalhadas por diversas redes sociais, e cada rede tinha uma demografia específica. Também exibiam-se muito menos. Não era fotos nova todos os dias. Frequentemente era apenas uma foto de perfil.
Uma das particularidades do Myspace é que era muito voltado para música. Era a rede que os artistas utilizavam, e podias segui-los. Era uma rede mais "cool", digamos assim.
O Myspace ganhou popularidade em Portugal aí em 2006, e começou a morrer aí em 2009. Não era tão popular quanto o Hi5, mas a demografia era mais interessante. Basicamente, hi5 = tudo quanto é merda e Myspace = pessoal mais interessante, mais dado às artes e intelectualidade. Foi no Myspace que conheci as miúdas mais interessantes da minha vida. Não havia tantas, mas geralmente tinham mais conteúdo. Eram as gajas com quem podias falar de música e cinema.
Nesta época as redes sociais tinham um grau de popularidade perfeito: havia gente suficiente para teres com quem interagir, mas não ao ponto de até a tua avó e o periquito dela estarem presentes. Podias participar sem ter necessariamente de ter todas as pessoas da tua vida adicionadas. Era uma cena mais anónima.

Netjovens

O Netjovens é um bocado mais obscuro, mas durante um curto período gozou de um bom nível de popularidade em Portugal. Penso que o auge foi em 2007, depois foi vendido por 1 milhão de euros. Era uma rede tuga, criada por um só gajo num curto espaço de tempo, e até há uma reportagem sobre a venda:
https://www.youtube.com/watch?v=URJ1-buuScs
Como disse, antes de 2010 as pessoas estavam muito dispersas por diversas redes sociais. Não havia uma força dominante, e tu ias a diversos sites, para diversos tipos de demografia e conversa. O Netjovens era estilo HI5, mas um bocado mais interessante e menos popular. Não tão bom quanto Myspace, mas era mais uma plataforma de caça. Sim, as redes sociais até 2010 serviam para o engate. Era basicamente isso. Agora servem para a auto-promoção.
Confesso que não sei bem o propósito da venda do Netjovens. Que saiba o site morreu. Portanto quem pagou 1 milhão pelo mesmo não sei bem o que dele retirou.

Netlog

Da mesma era do do Netjovens, mas mais chunga. Mais uma vez, era para o engate. Tinha bue jogos, por isso até dava para um gajo se divertir. A qualidade demográfica era semelhante à do hi5, mas menos popular. Destacava-se por ter bue funcionalidades de entretenimento que o hi5 não tinha.

E pronto, depois disto é basicamente o que se vê hoje em dia: FB, Twitter, IG, TikTok. Aquilo que vocês já todos conhecem. A nível profissional tens mais oportunidades, mas no que toca a socialização as novas redes são piores a todos os níveis. Servem para engrandecimento do ego e pouco mais. Perdeu-se a componente da descoberta e interacção social.

submitted by theInjusticeamongus to portugal [link] [comments]


2020.10.15 11:07 sadstoribro Ajuda para começar um negócio online

Boas malta malta sou um daqueles utilizadores frequentes do reddit que nunca posta nada mas hoje venho até vos com uma questão.
A minha situação:
Eu 24(M) e a minha namorada (23F) vivemos juntos e ja ha algum tempinho que andamos a juntar dinheiro para começar um negócio online. A nossa ideia seria abrir uma loja pequenina com alguns artigos género shopify ou estasy de início em que teriamos opção de pagamento por paypal ou envio a cobrança e depois se conseguíssemos ter lucro migrar para uma empresa a sério com tudo certinho nas finanças.
As minhas questões:
  1. Acham má ideia começar um negócio online meio que por baixo do tapete antes de ter lucros sem declarar nada as finanças e começar a declarar quando os lucros forem substantivos? Ou acham que vou logo meter me em problemas assim?
  2. Eu e a minha namorada estávamos a pensar abrir uma loja de mangas/anime/weeaboo por assim dizer onde vendíamos mangas e merch relacionado com os personagens como action figures roupa e etc. pensamos nisso por não ser um mercado muito explorado em Portugal e pelo nosso amor ao tema. Acham uma boa ideia? Ou o povo português não gosta dessas coisas?
  3. Eu gostaria de manter-me longe do dropshiping e gostava de ter o meu próprio stock para poder ter encomendas enviadas rapidamente e com embalagem personalizada da nossa loja. A minha questão é o que acham melhor, stock físico ou droppshiping? Também pensei em encomendar ao fornecedor a medida que for tendo encomendas mas isso faria o tempo das entregas super alto não? Ou se calhar existem fornecedores deste tipo de coisas em espanha?
  4. Que outro tipo de produto que ja exista acham que teria sucesso em Portugal?
O nosso plano de ação atual seria pegar no dinheiro que temos poupado (não é muito 2-3k) e abrir uma loja online poupando todo dinheiro possível e mandar vir artigos de qualidade de whole salers e depois fazer marketing a loja e pronto é esperar e ver so os produtos vendem. Acham um bom plano de ação? Alteravam alguma coisa? Algum conselho a dar de quem ja tenha experiência nestas águas?
Desde já peço desculpas se faço demasiadas perguntas e a verdade é que tudo isto é informação pela qual já pesquisei mas nunca tive ninguém a responder me diretamente a todas estas questões e a verdade é que eu e a minha namorada somos pessoas muito inseguras porto vim aqui até vos para saber das vossas experiências obrigado.
submitted by sadstoribro to portugal [link] [comments]


2020.10.11 23:04 TapperTotoro Eu venci a depressão e é isso que tenho feito desde que me curei! - Parte 4/365

Uma espécie de diário aberto: Hoje vou escrever sobre o agora.
Olá :)
Por ser um dia em que estou mais relaxado e não quero "viajar" para o passado, escreverei sobre o agora, o hoje. Prometo que serei um pouco mais curto e se necessário, partilho também um texto literário da minha autoria (novamente). Uma coisa que acho que não afirmei ainda é que escolho sempre o mesmo "flair" (depressão) para partilhar os textos sobre a minha luta antes, durante e depois de me ter curado da depressão porque, na minha cabeça, faz sentido usar somente essa 'categoria'.
Para colocar em perspetiva: quase sempre que escrevo ou componho, estou sentado à mesa que se encontra cheia de papeis, livros, cadernos, periféricos de informática, instrumentos musicais e uma caixa de música (daquelas antigas que tem uma bailarina dentro e só toca uma melodia bem melancólica). Este, é definitivamente o meu lugar favorito no pequeno apartamento em que vivo, pois é aqui que crio, partilho e aprendo todas as coisas desde que me curei e deixei de viver na rua.
Hoje, foi um dia relativamente longo, mais do que os dias da semana toda. Lembro-me de acordar e de ficar por quase duas horas a ver vídeos no Youtube porque ainda era de madrugada (acordo há já alguns meses por volta das 03:00 da madrugada). Também não saí da cama - do quarto e vir para a sala - para não deixar sozinha, ao frio que faz atualmente no norte de Portugal, a minha namorada que ainda dormia. Um último motivo para ficar na cama e ter momentos de ócio: preciso de descansar o meu cérebro por completo pelo menos uma vez por semana, pois os meus estudos não são fáceis e estou a aprender algo do zero e só tenho até ao final do próximo ano para dominar e aplicar no mercado de trabalho tudo o que aprendo e aprenderei (Javascript, Python, C#, HTML, CSS ...).
Mas ainda assim, hoje foi - está a ser - um dia incrível, li bastante, estudei um pouco, cozinhei (é uma das coisas que gosto muito de fazer para as pessoas que amo, e faço-o muito bem, tanto que era capaz de ter uma ou duas estrelas Michelin haha), enfim, fiz "cenas" mais "normais" e não me senti, digamos, ansioso para voltar para a sala e enfiar-me nos estudos ou no processo artistico-criativo apesar de ter gasto uma hora de manhã para por em prática um software de música que implementarei no meu "arsenal" de produção, e quiçá, quando voltar aos palcos para tocar ao vivo ...
Hoje ao acordar senti-me mais como me sentia há uns 10 anos atrás, quando era menos social (sempre tive problemas por ser um pouco mais inteligente ou me interessar mais por coisas que agregam valor ao intelecto), mas ainda assim, conseguia não estar submerso nesse meu mundo de constante aprendizagem e criação. Se calhar tudo o que eu precisava era começar a escrever e partilhar o meu diário e a minha história, ser um pouco mais prestativo para as pessoas que precisam, "lavar a alma" e deixar as pessoas entrarem e olharem para mim com intuito de ver.
Hoje, acordei com o pensamento que tem regido e muito os meus processos evolutivos (cura, afetividade, empatia e perdão) e que agora ao chegar ao final desse texto, quero partilhá-lo com você que me vê, me lê, visita-me: 'sempre que existir amor não escondas, e mesmo que expressá-lo resulte em dor, não te esqueças nem te resguardes de dizer, amo-te!'
Com carinho;
Aladino.
submitted by TapperTotoro to desabafos [link] [comments]


2020.10.08 14:44 FriendlyNeighburrito Caro R/Portugal, a minha namorada nao tem o 9º ano. Que recursos existem que lhe facilitassem a conclusão do mesmo?

Estive a ver websites mas fiquei com a sensação que nao eram apropriados.
Queria depender da experiência de outras pessoas, quero ajudar a minha namorada a conseguir garantir um melhor futuro para ela.
submitted by FriendlyNeighburrito to portugal [link] [comments]


2020.09.26 18:59 yuvif Qual é o melhor banco em Portugal?

Olá, desculpa se não falo corretamente, estou ainda a estudar português.
Sou israelense com 25 anos, mas a minha namorada mora em Portugal, ela ainda está estudando na universidade, então nós decidimos a morar juntos em Portugal para os próximos anos (talvez para sempre, ainda não decidimos).
sou completamente novo no país, e em pronto vou ter o meu NIF, e depois quero abrir uma conta num banco aqui.
Então, qual são os seus conselhos para mim? Qual é o melhor banco para abrir uma conta, serviço e muito importante para mim, e também se é um banco que não cobra muito para transcrições internacionais, mas em geral quero ouvir o seu opinião sobre os bancos no país.
submitted by yuvif to portugal [link] [comments]


2020.09.22 20:03 JM2018XD Como é trabalhar na Alemanha na área de multimédia? Qual o melhor site ou local para procurar emprego nessa área? (edição de video, realização, modelação 3D, motion graphics)

Estou a pensar mudar-me para lá. Já tenho uma relação com a minha namorada alemã à mais de 3 anos e em Portugal nem sequer uma entrevista consigo...
Também já consegui perceber que as propostas de trabalho lá são mais diretas, eles sabem normalmente o que procuram. Cá tenho que saber mexer em tudo (parece uma lista de compras as propostas de trabalho) e, mesmo assim, eu já sei mexer em quase 6/7 programas diferentes!
Gostava de saber de alguém que esteja por aí na minha área que me possa ajudar com alguma informação, seja de empresas, locais de trabalho, websites, qualquer coisa!
Agradeço imenso! :)
submitted by JM2018XD to PortugalLaFora [link] [comments]


2020.09.09 04:41 futebolstats A Carreira de Bruno Fernandes em Números

Quando cita-se um dos melhores meias da atualidade, o nome de Bruno Fernandes que atualmente atua pelo Manchester United da Inglaterra e pela Seleção Portuguesa, deve ser levado em conta.
Bruno Miguel Borges Fernandes nasceu em 08/09/1994 em Maia, Portugal. Apesar de ser português, Bruno Fernandes iniciou sua carreira como profissional fora de seu país, no Novara que na época jogava na 2ª divisão do futebol italiano. Porém, o que mais se sabe sobre Bruno Fernandes? Por quais clubes atuou até aqui? Quais feitos atingiu ao longo de sua carreira?

Juvenil

Nascido em Maia, região metropolitana de Porto, Bruno Fernandes é o filho caçula, Ricardo é o irmão mais velho. Sabe-se que Bruno tinha o mesmo sonho de muitas crianças, tornar-se jogador de futebol, mas o curioso disso é que para ele, não havia “plano B”. Aos 8 anos de idade – no ano de 2002 -, Bruno deu o primeiro passo para a concretização de seu sonho, ingressou nas categorias de base do Infesta, clube da cidade de São Mamede de Infesta, concelho de Matosinhos, distrito de Porto.
Aos 11 anos de idade, ingressou nas categorias de base do Boavista e assim que passou a jogar por este clube, Bruno abandonou a escola. Posteriormente, foi emprestado para o Pasteleira e depois de atuar nesse clube, voltou a atuar pelo Boavista, clube pelo qual aperfeiçoou suas habilidades que são características do seu estilo atual de jogo.
Em 2012, surgiu a proposta para jogar num clube de outro país e Bruno Fernandes aceitou o desafio de jogar por uma equipe do futebol italiano.

A Carreira de Bruno Fernandes em Números

Novara

Categorias de Base

Em 27 de agosto de 2012, Bruno Fernandes foi anunciado como novo reforço do Novara Calcio, clube que é popularmente conhecido como Novara. Estima-se que o clube italiano tenha desembolsado 40 mil euros (cerca de 250 mil reais) para ter o jovem meia português em seu plantel. Não demorou muito para Bruno ser promovido ao time principal da equipe italiana, porém passou por muitas dificuldades no novo clube, tais como o idioma, saudades de casa e em decorrência destes e de outros fatores, Bruno Fernandes quase desistiu de se tornar jogador profissional de futebol. No entanto, mais tarde, graças a intervenções de amigos e familiares, particularmente da ida de sua namorada para a Itália, deu forças para Bruno seguir adiante.
Antes de estrear profissionalmente, Bruno Fernandes jogou algumas partidas da Primavera A (Campeonato Italiano Sub-19) e logo na sua estreia, marcou um dos gols da vitória por 2-1 sobre o Livorno. Em 27/10/2012, Bruno marcou os gols do triunfo por 2-1 sobre o Cagliari e pouco tempo depois, passou a treinar com o time principal do Novara.

2012-13

Em 3 de novembro de 2012, em jogo da 13ª rodada da Serie B (2ª divisão do futebol italiano), Giacomo Gattuso – até então técnico do Novara – promoveu a estreia de Bruno como profissional quando o colocou em campo aos 32 minutos da segunda etapa no lugar de Simone Pesce, mas no seu primeiro jogo como profissional, os “azzurri” – Novara – perderam para o Cittadella por 1-0. Duas semanas depois, o clube anunciou que Alfredo Aglietti seria o novo treinador do clube, pois até então, Giacomo Gattuso só estava comandando o time até a contratação de um novo técnico e com isso, voltou a comandar as equipes de base do clube.
Em 26 de janeiro de 2013, em jogo da 23ª rodada da Serie B, Alfredo Aglietti promoveu a estreia de Bruno Fernandes como titular e no seu primeiro jogo entre os titulares, o Novara venceu o Empoli por 2-0.
Em 22/02/2013, em partida válida pela 27ª rodada da 2ª divisão do Campeonato Italiano, o jovem meia português marcou seu primeiro gol como profissional na goleada por 6-0 sobre o Spezia Calcio. Na rodada seguinte do campeonato, em 26/02/2013, o camisa 32 dos “Azzurri” – Bruno Fernandes – marcou o único gol da equipe no empate em 1-1 com o Ternana.
Em 28/03/2013, em jogo da 34ª rodada da Serie B, Bruno Fernandes saiu do banco para substituir Daniele Buzzegoli aos 24 minutos da segunda etapa e antes do fim da partida, fez 1 gol e proveu assistência para o gol de Pablo González na goleada por 6-2 sobre o Cittadella. Na rodada seguinte da 2ª divisão do futebol italiano, em 06/04/2013, o camisa 32 dos “Azzurri” marcou seu 4º e último tento nessa temporada no triunfo por 3-2 sobre o Sassuolo no Silvio Piola (estádio do Novara).
Com o término da fase dos pontos corridos desta edição da Serie B, o Novara terminou em 5º lugar e com isso, disputou a fase de play-off para a Serie A (1ª divisão do futebol italiano), contudo teria de passar pelo Empoli e com um empate em 1-1 no primeiro confronto e um revés por 4-1 no segundo confronto, o Novara não obteve o acesso para a Serie A.
PdGmACACVMj na temporada 2012-13
297 2 401949
Pd – Partidas disputadas; Gm – Gols marcados; A – Assistências; CA – Cartões amarelos; CV – Cartões vermelhos e Mj* – Minutos jogados

Udinese

2013-14

Na janela de transferências de verão – julho de 2013 -, a Udinese anunciou a contratação de Bruno Fernandes. O clube que disputa a 1ª divisão do futebol italiano desembolsou 2,5 milhões de euros (cerca de 15,6 milhões de reais) para contar com o futebol do jovem meio-campista português.
Assim como ocorreu quando atuava pelo Novara, Bruno Fernandes começou atuando pela equipe sub-19 da Udinese, onde fez 1 gol em 3 partidas disputadas. As atuações de Bruno Fernandes pela equipe sub-19 da Udinese fez com que Francesco Guidolin – técnico do time principal da Udinese nessa época – o integrasse ao elenco principal do clube e com isso, em 3 de novembro de 2013, o português fez a sua estreia pelo novo clube quando entrou no lugar de Roberto Pereyra aos 12 minutos do segundo tempo. Contudo, os Friulianos – Udinese – perderam para a Internazionale por 3-0 na estreia de Bruno Fernandes. Na rodada seguinte do campeonato nacional, em 09/11/2013, o jovem meia de 19 anos fez a sua estreia como titular no revés por 1-0 ante o Catania.
Em 07/12/2013, em jogo da 15ª rodada da Serie A, Bruno Fernandes marcou seu primeiro tento pelo novo clube no empate em 3-3 com o Napoli. Além do tento marcado, também proveu assistência para o gol de Thomas Heurtaux.
Em 8 de fevereiro de 2014, em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Italiano, o jovem meia português entrou em campo aos 22 minutos da segunda etapa no lugar de Maicosuel e 7 minutos depois, marcou seu 2º tento nessa temporada na vitória por 3-0 sobre o Chievo no Stadio Friuli (estádio da Udinese). Além de ter feito 1 gol, também contribuiu com assistência para o gol de Emmanuel Badu. Na rodada seguinte do campeonato nacional, em 16/02/2014, atuou como titular e fez o segundo gol dos Friulianos no empate em 3-3 com o Genoa fora de casa.
Em 19/04/2014, em jogo da 34ª rodada da Serie A, Bruno Fernandes marcou seu 4º e último tento nessa temporada e sendo assim, a Udinese empatou em 1-1 com o Napoli no Stadio Friuli.
Em suma, na sua 1ª temporada com a camisa dos “Friulianos”, Bruno Fernandes disputou 28 partidas, fez 4 gols e proveu 6 assistências. Quanto a Udinese, terminou em 13º no Campeonato Italiano, chegou à semifinal da Copa da Itália e caiu na fase pré-eliminatória da UEFA Europa League.
PdGmACACVMj na temporada 2013-14
326 6 602071
6 gols dos quais 4 foram pela Serie A, 1 na Fase Final da Primavera B e 1 na Coppa Primavera

2014-15

Após o fim da temporada 2013-14, Francesco Guidolin não teve seu contrato ampliado e com isso, a Udinese resolveu apostar suas fichas em Andrea Stramaccioni.
Depois de iniciar as duas primeiras rodadas da Seria A saindo do banco e entrando no decorrer dos jogos, em 21 de setembro de 2014, confronto válido pela 3ª rodada do campeonato nacional, Bruno Fernandes atuou como titular na vitória por 1-0 sobre o Napoli no Stadio Friuli.
Em 05/10/2014, em jogo da 6ª rodada da Serie A, o jovem meia português marcou seu primeiro tento nessa temporada no empate em 1-1 com o Cesena no Stadio Friuli.
Pelo confronto da 4ª fase da Copa da Itália em 03/12/2014, Bruno Fernandes marcou seu 2º tento nessa temporada no triunfo por 4-2 sobre o Cesena na prorrogação. Além do tento marcado, Bruno também contribuiu com assistência para o gol de Allan. Na fase seguinte, a Udinese foi eliminada pelo Napoli nos pênaltis. Quatro dias após a vitória sobr, desta vez em jogo válido pela 14ª rodada da Serie A, o camisa 8 da Udinese – Bruno Fernandes – marcou o primeiro gol do triunfo por 2-1 sobre a Internazionale em pleno Giuseppe Meazza.
Em 31 de maio de 2015, em partida válida pela última rodada (38ª) desta edição do Campeonato Italiano, o português encerrou essa temporada com 1 gol e assistência para o tento marcado por Rodrigo Aguirre no revés por 4-3 ante o Cagliari fora de casa. Porém, também é importante mencionar que fez um gol contra nesse jogo.
Em suma, na sua 2ª temporada com a camisa dos “Friulianos”, Bruno Fernandes disputou 34 partidas, fez 4 gols e proveu 3 assistências. Quanto a Udinese, terminou em 16º lugar no Campeonato Italiano, duas posições acima da zona do rebaixamento, e chegou às oitavas de final da Copa da Itália.
PdGmACACVMj na temporada 2014-15
344 3 601888
4 gols dos quais 3 foram pela Serie A e 1 pela Copa da Itália

2015-16

Após o fim da temporada 2014-15, Andrea Stramaccioni não permaneceu como treinador da Udinese e com a saída deste técnico, o clube resolveu apostar suas fichas em Stefano Colantuono.
Na estreia da Udinese nessa edição da Serie A em 23 de agosto de 2015, contando com Bruno Fernandes como titular, os Friulianos venceram a Juventus – atual campeã italiana – por 1-0 em pleno Allianz Stadium.
Em 22/09/2015, em jogo da 5ª rodada da Serie A, o português recebeu o seu primeiro cartão vermelho da carreira no revés por 3-2 ante o Milan no Stadio Friuli.
Em 13 de março de 2016, em partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Italiano, o camisa 8 da Udinese marcou seu primeiro tento nessa temporada na derrota por 2-1 diante da Roma no Stadio Friuli. Esse revés custou a demissão de Stefano Colantuono e com isso, o clube contratou Luigi De Canio para comandar o time nesse restante de temporada.
Pela 31ª rodada da Serie A, em 03/04/2016, o português marcou seus 2 últimos tentos nessa temporada no triunfo por 3-1 sobre o Napoli no Stadio Friuli.
Em suma, na sua última temporada com a camisa dos “Friulianos”, Bruno Fernandes disputou 33 partidas, fez 3 gols e proveu 4 assistências. Quanto a Udinese, terminou em 17º lugar no Campeonato Italiano, apenas uma posição acima da zona de rebaixamento, e chegou às oitavas de final da Copa da Itália.
PdGmACACVMj na temporada 2015-16
333 4 912300
Gols marcados na Serie A

Sampdoria

2016-17

Bruno Fernandes sendo apresentado como novo reforço da Unione Calcio SampdoriaEm 16 de agosto de 2016, a Udinese fez um empréstimo caro (1 milhão de euros) com uma obrigação de resgate financeiro em 6 milhões de euros (cerca de 37,5 milhões de reais) para a Sampdoria, onde lhe foi dado a camisa de número 10.
Em 28/08/2016, em jogo da 2ª rodada da Serie A, Marco Giampaolo – técnico da Sampdoria nessa época – promoveu a estreia de Bruno Fernandes quando o colocou em campo aos 39 minutos do segundo tempo no lugar de Édgar Barreto na vitória por 2-1 sobre a Atalanta no Luigi Ferraris (estádio da Sampdoria).
Pela 6ª rodada da Serie A em 26/09/2016, o jovem meia português entrou em campo aos 35 minutos da segunda etapa no lugar de Dennis Praet e 6 minutos depois, fez seu primeiro gol com a camisa da Samp, mas ainda assim, derrota por 2-1 ante o Cagliari fora de casa. Na rodada seguinte do campeonato nacional, em 29/09/2016, o novo camisa 10 da Samp entrou em campo aos 19 minutos do segundo tempo no lugar de Karol Linetty e no apagar das luzes, fez o gol que evitou a derrota para o Palermo no Luigi Ferraris. Em outras palavras, as duas equipes empataram em 1-1.
Em 22/10/2016, em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Italiano, Marco Giampaolo escalou Bruno Fernandes pela primeira vez entre os titulares e na sua estreia como titular, a Samp venceu o “Derby della Lanterna” – nome dado ao clássico entre Genoa e Sampdoria – por 2-1. Posteriormente, o jovem meia português voltou a ser reserva depois de 3 jogos.
Em 27/11/2016, em jogo da 14ª rodada da Serie A, o português entrou em campo aos 7 minutos do segundo tempo no lugar de Ricardo Álvarez e 20 minutos depois, fez o gol do time no empate em 1-1 com o Crotone fora de casa. Ora reserva, ora titular, Bruno Fernandes estava cavando o seu espaço entre os titulares.
Após o gol marcado contra o Crotone, Bruno Fernandes passou por um “jejum de gols”, ao qual pôs um fim em 4 de março de 2017 em jogo da 27ª rodada da Serie A, ao qual a Sampdoria venceu o Pescara por 3-1. Além de ter feito 1 gol, o português também proveu assistências para os gols de Fabio Quagliarella e de Patrik Schick.
Pela partida da 31ª rodada do Campeonato Italiano, em 09/04/2017, o camisa 10 da Samp marcou seu 5º e último tento nessa temporada no empate em 2-2 com a Fiorentina no Luigi Ferraris.
Em suma, na sua 1ª e única temporada com a camisa da Samp, Bruno Fernandes disputou 35 partidas, fez 5 gols e proveu 3 assistências. Quanto a Sampdoria, terminou em 10º lugar no Campeonato Italiano e chegou às oitavas de final da Copa da Itália.
PdGmACACVMj na temporada 2016-17
355 3 201845
Gols marcados na Serie A

Sporting

2017-18


PdGmACACVMj na temporada 2017-18
5616 20 1204707
16 gols dos quais 11 foram pela Primeira Liga, 3 pela UEFA Europa League, 1 pela UEFA Champions League e 1 pela Taça de Portugal

2018-19


PdGmACACVMj na temporada 2018-19
5332 18 1604688
32 gols dos quais 20 foram pela Primeira Liga, 6 pela Taça de Portugal, 3 pela UEFA Europa League e 3 pela Taça da Liga

2019-20


PdGmACACVMj na temporada 2019-20
2815 14 1212474
15 gols dos quais 8 foram pela Primeira Liga, 5 pela UEFA Europa League e 2 pela Taça da Liga
Títulos que conquistou no Sporting - Taça da Liga: 2017-18 e 2018-19 - Taça de Portugal: 2018-19
- O vídeo abaixo mostra todos os gols que Bruno Fernandes marcou com a camisa do Sporting - Este vídeo foi publicado no YouTube em 1º de fevereiro de 2020por FOOTBALL GURUS

Manchester United

2019-20


PdGmACACVMj na temporada 2019-20
2212 8 301832
12 gols dos quais 8 foram pela Premier League, 3 pela UEFA Europa League e 1 pela Copa da Inglaterra

Números de Bruno Fernandes na Seleção Portuguesa

Portugal

Seleções de Base


Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016


PdGmACACVMj
30200270

Seleção Principal


Copa do Mundo FIFA de 2018


PdGmACACVMj
20 0 1088

Liga das Nações da UEFA A 2018-19


PdGmACACVMj
30 0 00172

Eliminatórias da Euro 2020


Liga das Nações da UEFA A 2020-21


PdGmACACVMj
20 1 00180

Títulos que conquistou pela Seleção Portuguesa - Liga das Nações da UEFA2018-19

TOTAL

PdGmACACVMj
2124101228
Prêmios individuais - Jogador do Mês da Primeira Liga: Agosto de 2017, Setembro de 2017, Abril de 2018, Dezembro de 2018, Março de 2019 e Abril de 2019 - Equipe Ideal da Primeira Liga: 2017-18 e 2018-19 - Seleção da UEFA Europa League: 2017-18 e 2019-20 - Futebolista do Ano da Primeira Liga: 2017–18 e 2018-19 - Melhor Jogador do Mês da Premier League: Fevereiro de 2020, Junho de 2020
Artilharias - UEFA Europa League 2019–20: 8 gols

Considerações Finais

O post A Carreira de Bruno Fernandes em Números apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/3idjJcw
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.09.07 23:19 Abarross O que fariam no meu caso ?

Até 2015 eu era uma pessoa normal... Tinha vida social e realmente era feliz... Mas passei por 3 traumas grandes na minha vida!
1 - meu pai ficou doente, tivemos que mudar de estado, deixei amigos, namorada, faculdade, vida social e etc.
2 - conheci uma pessoa nessa nova cidade, começamos a namorar, fomos morar juntos, algum tempo depois a relação esfriou e ela me largou, eu tava apaixonado por ela e foi meu primeiro namoro sério... daí fiquei com raiva das mulheres(generalizei), fiquei com baixa autoestima, complexo de inferioridade, ansiedade e depressao....
3 - meu pai faleceu, acho que arrancar um braço seria menos doloroso que essa perda. Me afundei no cigarro, junto com os problemas do segundo trauma, minha família se afastou um pouco de mim, minha mãe meio que me culpa, não sei o porquê, mas tudo bem!
Atualmente me livrei do cigarro faz um ano, to treinando, melhorei o corpo e um pouco da alma Mas ainda tenho complexo de inferioridade, ansiedade, baixa autoestima, medo do futuro e raiva das mulheres, minha relação com minha mãe e horrível, e pra completar minha mãe virou amiga da minha ex.... e infelizmente dependo financeiramente da minha mãe até receber minha parte na herança.
To sem rumo, sem vontade de fazer nada na vida, sem vida social, sem amigos, sem sexo, sem prazer nenhum.... Minha vida se resume a academia e voltar pra casa e ver YouTube, e to tentando terminar minha faculdade de biomedicina, mas a vontade ta indo embora
To pensando em pegar a grana da herança e ir embora ou pros eua, Portugal, russia... So quero ser feliz de novo.
submitted by Abarross to desabafos [link] [comments]


2020.08.27 15:32 haisp99 Malta, queria desabafar pois não tenho ninguém.

Olá pessoal. Estou em Portugal há 20 anos. Vim com a minha mãe e irmão. Ela casou-se com um português quando eu tinha 10 anos.
Eu conheci a minha ex namorada no sexto ano, fiquei apaixonado. Resumindo, ficamos juntos até aos meus 26 e tivemos uma filha.
Ambos viemos de famílias de classe média baixa, não temos ninguém licenciado nas nossas família.
1 mês depois da nossa filha nascer ela deixou-me e voltou a morar com a mãe, eu também. Eu só tenho mãe (nunca conheci meu pai) e o meu irmão mais novo de 19.
Nunca fomos casados então decidimos que ela ficava com os móveis e eu o carro. Ela já está a namorar há ano e meio. Eu pego a minha filha terças e quintas e f.d.s sim/não.
Eu andei depressivo nestes últimos 4 anos e só agora estou melhor, perdi muita coisa boa por causa disso. A maior foi ter recusado ir para gnr após ter passado a todas as provas e ter sido convocado.
Sai do exército em agosto de 2018, fui operado em dezembro e fiquei bom em março. Comecei um curso de logística e estagiei numa fábrica até agosto e no fim não ficaram com ninguém. Em dezembro arranjei trabalho no pindo doce a noite mas infelizmente não me habituei aquilo e andava muito mau fisicamente em dormir de dia e trabalhar a noite e tive de ir embora. Fiz uma formação no aeroporto e adorei, eles gostaram de mim e eu tenho a certeza que subiria na empresa pois era uma área que adorava mesmo. No mesmo dia após levantar a farda cancelaram tudo por causa desta merda de vírus e adeus emprego de sonho.
Mudando de área, comeco a ver grandes desvantagens de ser pai solteiro. Não consigo arranjar namorada pois fisicamente/personalidade não há problema mas quando menciono que tenho uma filha é ghost na certa. Eu entendo que a grande maioria não aceita isso mas de todas as pessoas com quem tive ninguém mesmo.
Agora sinto a depressão a voltar com isto tudo. Sinto me triste sinto que estou a destinado a morar com a minha mãe pra sempre (ela sozinha não consegue suportar as despesas), não que eu me importe em ajudar e morar com ela/irmão mas não era assim que imaginava a minha vida.
A minha ex está feliz com um homem que conheceu no trabalho e mais cedo ou mais tarde vão morar juntos mais a minha filha.
Só um grande desbafo. Obrigado..
Edit: não esperava que o post tivesse tanto movimento. Quero pedir desculpas a todos por não responder individualmente ou pms.
Com este post aprendi coisas interessantes as quais vou explorar para tentar dar outro rumo a minha vida caso não consiga entrar na PSP. Obrigado.
Foi muito bom ouvir histórias similares que no fim se transformaram em autênticas histórias de sucesso. Fico feliz por vocês e dá pra ver que há muita gente madura e boa por aí mesmo no caos em que vivemos em 2020. Obrigado.
Eu cuido bem de mim sim, sempre treinei e cuido da minha alimentação e superei a depressão com muito esforço, choro, comprimidos e idas ao hospital (principalmente quando soube que ela tinha namorado, levei 10 pontos na mão). A minha mãe sofreu comigo durante 4 anos a ver o filho que sempre foi ativo e bem disposto ficar depressivo e descuidado. Já me sinto melhor há 1 ano e pouco e não vou voltar a ficar depressivo. Recuso-me. Vou sim seguir os vossos concelhos e dar a volta a minha vida e cuidar de quem sempre estave ao meu lado nos bons e maus momentos desde sempre a minha mãe que também é pai. Não vou deixar a minha filha passar pelo mesmo que passei pois sei bem o que custa.
Há coisas que mães e pais dão que o outro não pode dar. Senti muita falta de uma figura paternal em várias fazes da vida, não tive direções em como lidar com mulheres ou saber conduzir por exemplo, chumbei no meu exame de condução e só passei a segunda, senti muita falta pois era algo que um pai devia ensinar um filho de como ser homem.
Enfim pessoal, por mim, pela minha filha e mãe, vou mudar a minha vida e não desanimar. Obrigado de coração a todos e espero que a vida vos trate bem.
submitted by haisp99 to portugal [link] [comments]


2020.08.21 13:50 RocknB [Sério] Extrato de remunerações da Segurança Social

Olá /portugal,
Estou aqui a precisar de uma ajuda relativamente à Segurança Social
A minha namorada vai iniciar um estágio profissional e pediram-lhe um "Extrato de Remunerações da Segurança Social". Gostava de saber se alguém me sabe indicar se é possível emitir isto através da Segurança Social Direta, e se sim, como procurar ou como o fazer.
Já andei lá às voltas mas não consigo encontrar. Obrigado desde já.

(Existe um post arquivado com exatamente o mesmo título, no entanto não indica como posso encontrar este documento na SS direta)
submitted by RocknB to portugal [link] [comments]


2020.08.17 14:37 Thebadwolfz Estado actual de Portugal

Escrevo isto mais como um desabafo do que outra coisa. Custa-me imenso que o país onde nasci, cresci e fui criado esteja no estado em que está hoje, estou farto de ver amigos até a minha namorada e pessoas com um potencial gigante abandonarem este país porque os abandonou primeiro, e terem de abandonar o país que amam porque este os abandonou á muito tempo. Fui militante do chega, porque estou farto da mesma coisa, PSD e PS que já nem eles se lembram dos valores em que outrora se basearam, vejo agora é talvez tarde que o chega tal como qualquer partido de extrema direita ou extrema esquerda é um perigo acrescido para este país, porque só nos divide com discursos de ódio e aponta os problemas para pessoas que não são de facto o problema. Apoiava e apoio amber principalmente a necessidade de apoiar mais os nossos médicos, enfermeiros, polícia, bombeiros, todos aqueles que nos salvam e protegem todos os dias e que também são esquecidos por este país, como recompensa pelo esforço tremendo que tiveram durante a pandemia e que têm todos os dias, temos a champions aqui este ano... Tivemos e temos uma pandemia que em vez e nos aproximar mais, para conseguirmos ultrapassar com mais facilidade tudo o que veio com ela, só nos afastou mais uns dos outros. Quando estivemos todos unidos fizemos coisas que mais nenhum país do nosso tamanho podia ter alcançado, vencemos todos os que nos tentaram tirar esta terra, e cada metro que temos hoje em Portugal foi conquistado e mantido com o nosso sangue, criamos um império que ecoa até aos dias de hoje e descobrimos o mundo, este canto da Europa, sozinho fez tudo isto é muito mais. Hoje temos pessoas com tochas e máscaras brancas, ameaças a cidadãos portugueses, o discurso de ódio a ganhar cada vez mais força porque as pessoas estão fartas, mas este não é o caminho certo nem nunca será. Todas as pessoas e etnias que estão cá merecem justiça, se vêm para cá trabalhar, estudar, ajudar o país, se vêm para cá ter uma vida melhor e escolheram o nosso país para o fazer devíamos ficar orgulhosos, contudo se vieram para cá piorar o nosso país, roubar, matar, cometer todo o tipo de crimes, não são nem nunca serão bem vindos. Temos de saber distinguir e não colocar todos no mesmo “saco”. O racismo não tem nem nunca teve lugar no nosso país, abandonarmos a nossa pátria não está no nosso sangue, não lutarmos por um futuro melhor para nós para os nossos filhos e netos, não faz parte de ser português. Na minha opinião está na altura de um novo futuro, de uma nova página, sem ódio uns pelos outros, mas mais uma vez unidos, para fazermos este país um país melhor, para que as gerações futuras não tenham se sair daqui para sobreviver. Enfim, este texto está um pouco confuso mas como disse foi um desabafo. Mesmo assim obrigado a leu
submitted by Thebadwolfz to portugal [link] [comments]


2020.08.12 21:27 TavaresSK Não aguento mais estar dentro de uma casa a qual não posso chamar um Lar.

Bem, não sei o que escrever honestamente, vou só desabafar nem sei se alguém vai ler isto sequer...é um desabafo, e quem se relacionar pode partilhar as suas histórias neste post
Desde que me lembro nunca tive um pai suportivo, nunca tive um pai que me desse amor nem carinho, ele é alcoólico, que acha sempre que está certo e que os outros estão sempre errados e cheio de orgulho, sempre desde pequeno que me manda "bocas" a dizer que não sou filho dele e de verdade não sou e desde que tenho 12 anos perdi todo o respeito por ele (vou fazer 18) e honestamente foram 17 anos de sofrimento praticamente, já conversei e discuti com ele imensas vezes, já me agrediu mesmo eu sendo criança (agora que me estou a impor e a ter uma atitude para me defender a mim e a minha mãe) sim porque as minhas maiores "forças" são a minha mãe e a minha namorada, a minha vontade é de sair deste buraco, a minha mãe tem onde ir morar (pode ir morar com o meu pai biológico, e eu também, mas devo ir viver com a minha namorada, ela sabe a minha atual situação e não se opôs ao dar-me casa e apoia-me nisso).
Mas eu não sei se por lei posso sair ou não sozinho daqui, eu e a minha mãe estamos a planear em sair mas ainda vai demorar mas não sei se consigo aguentar mais tempo, a APAV não nos deve ajudar, não sei muito bem o que podem fazer mas duvido que nos ajudem em algo, o tema da violência doméstica é um grande problema em Portugal de facto, há muita gente a sofrer em silêncio e infelizmente chegam a haver mortes e vítimas por causa do mesmo, espero que possam partilhar comigo as vossas histórias e se estiverem uma história semelhante ou se me puderem ajudar em algo que me possam esclarecer agradecia...
Obrigada se lestes isto até ao fim <3
submitted by TavaresSK to portugal [link] [comments]


2020.08.10 16:00 lizardking93 Viajar para Portugal partindo do Brasil

A info na internet é muito pouca. Falam que pode viajar em caso de reunião familiar por exemplo, mas não dão qualquer informação sobre documentação necessária etc. No caso a minha namorada mora no Brasil e nós pensamos que ela pudesse vir para Portugal uns tempos enquanto as coisas não acalmam no Brasil. (Eu sou Português). Acham possível? Obrigado
submitted by lizardking93 to brasil [link] [comments]


2020.08.09 23:37 maya_fi ASMR em Portugues/Portugal Roleplay de Namorada ~ No Make Up, Messy Hair & Wearing Your Clothes 💘 [intentional]

ASMR em Portugues/Portugal Roleplay de Namorada ~ No Make Up, Messy Hair & Wearing Your Clothes 💘 [intentional] submitted by maya_fi to asmr [link] [comments]


2020.08.09 18:02 pipoca-frita Opinião acerca de plano de poupanças/investimentos

Olá a todos,
Tenho 30 anos e comecei a aprender acerca de finanças pessoais/investimentos no início deste ano. Estou muito contente com tudo o que já aprendi até agora, mas ao mesmo tempo um pouco frustrado por ter demorado tanto até começar e por não ter tido nenhuma base académica nestes temas.
Com base no que tenho lido no reddit e em outros sites, gostaria de saber a vossa opinião acerca da minha estratégia para gerir as poupanças.
Background: Emigrante na Alemanha desde o ano passado, Software Engineer, 55k por ano, cerca de 2700€ líquidos por mês. Vivo com a minha namorada, que está a fazer o doutoramento e espera acabar daqui a 2/3 anos. Depois disso, ainda não sabemos para onde vamos, mas não me estou a ver voltar a Portugal tão cedo, devido ao grande gap salarial.
Fundo de emergência: Neste momento 10000€ em certificados do tesouro. Para além de uma eventual situação de desemprego, pode sempre surgir a necessidade de me mudar para outro sítio e eventualmente precisar de um grande bolo para despesas iniciais (por exemplo 2/3 meses de renda para um depósito, viagens, mobília nova e afins)
Poupança mensal: 1100€
Depois de ter visto o AMA do Doutor Finanças no /literaciafinanceira, estou a pensar organizar a minha poupança mensal em 3 partes:
Curto prazo: 250€ (23%) depositados numa conta à ordem separada. Para despesas grandes que podem surgir todos os anos, esperadas (férias) ou inesperadas (ter de comprar um telemóvel/portátil novo para substituir um avariado, por exemplo). Inicialmente estou a alocar estes 250€ até ter +- 3000€ de parte, depois posso reduzir para 200 ou menos.
Médio prazo: 300€ (27%) depositados em certificados de aforro. Para despesas maiores que se possam antever nos próximos anos, como comprar casa e ter dinheiro para a entrada, carro, casar, ter filhos, etc. Embora não saiba quando é que irei precisar deste dinheiro exatamente, não o quero investir em algo mais arriscado.
Longo prazo: 550€ (50%), em que o objetivo principal é juntar dinheiro para a reforma, embora ainda tenha de planear o horizonte temporal de quando o fazer tendo em conta possíveis aumentos salariais. Para além disso, estou a antever uma salganhada de chatices com a segurança social de vários países, de modo a que estou a considerar ter apenas as minhas poupanças como um worst-case scenario e tudo o resto ser bónus.
Destes 550€, quero investir 80% (440€) mensalmente num único ETF (iShares Core MSCI World através da minha conta na Degiro). Os restantes 20% (110€) são postos de parte todos os meses e depositados em certificados de tesouro a cada 1000€ (montante mínimo para depósito). Tenho lido muitas sugestões acerca de ETFs para bonds por aqui e no /eupersonalfinance, mas ainda não perdi muito tempo a estudar o assunto.
O que acham deste plano? Gostava de ouvir a vossa opinião. Antes de ter postado isto passei imenso tempo a ler e a aprender em discussões neste tipo de threads, pelo que fico feliz se alguém mais retirar alguma coisa do que vier aqui parar.
submitted by pipoca-frita to financaspessoaispt [link] [comments]


2020.08.07 13:57 StonePT Países ideais para médico pneumologista

Boa pessoal.
Há uns tempos questionei sobre a minha área na Noruega mas agora queria informar-me com uma pergunta diferente.
A minha namorada especializou-se recentemente em Pneumologia. Ser médico em Portugal não é, de todo, bom. Imensas horas de trabalho por semana, poucas condições no serviço, pouco ou nenhum reconhecimento e o ordenado é baixíssimo para o nível de trabalho e responsabilidade.
Queria perceber, se alguém tiver opinião sobre isso, quais os países ideais para a área de trabalho dela. Acho que existe um preconceito de que médico arranja trabalho facilmente mas é mesmo assim? O que têm a dizer?
Obrigado!
submitted by StonePT to PortugalLaFora [link] [comments]


2020.07.19 13:40 cdtf9694 Emigrar na Europa

Boas pessoal, tenho andado a explorar aqui no reddit este grupo e tenho achado tudo bastante interessante! Gostava de ter opiniões aqui da malta que já tem experiência em emigrar e que já tem um insight de como é que as coisas funcionam... Eu sou licenciado em engenharia informática e tenho 2 anos de experiência em C#/. Net e também umas noções de SQL e BD no geral. A minha namorada está neste momento a terminar o mestrado em bioquímica mas queria procurar algo mais na base da licenciatura dela que é ciências biomédicas. Ambos safamo-nos bem no inglês. Estamos um bocado desanimados com a falta de progressão aqui em Portugal e procuramos algo que seja financeiramente melhor e que traga a ambos uma melhor qualidade de vida / relação pessoal - profissional.
Qual o país/países que a malta por aqui aconselha tendo em conta as nossas áreas de formação?
Obrigado!
submitted by cdtf9694 to PortugalLaFora [link] [comments]


2020.07.17 18:41 OvidiuHiei Duvidas iniciante das financas pessoais

Bom dia.
Tenho 27 anos e moro com a namorada á 5 anos. estamos os dois a trabalhar e ganhamos +/- o mesmo, mas nao pescamos nada de financas, a unica coisa que sei é tentar guardar um x ao fim do mes. Todas as nossas poupancas estao em dinheiro vivo em casa escondido, nao costumamos guardar grandes quantias no banco nem temos daquelas contas a longo prazo, visto nao perceber nada disso, nem de investimentos e isso.
Tenho visto alguns videos mas sao de pessoais dos EUA e esta area tem me vindo a interessar cada vez mais, primeiro porque acho que estou a perder dinheiro, mas depois nao sei por onde comecar e o que devo comecar a fazer para ganhar ou investir a longo prazo..
alguem que tenha estado na mesma situacao tem algum tip?
obs: nao percebo e nao sei nada mesmo de investimentos, principalmente em portugal. Acho dificil encontrar informacao portuguesa, tudo o que vejo é dos EUA
submitted by OvidiuHiei to financaspessoaispt [link] [comments]


2020.07.16 23:54 _lemonpledge_ Como arranjar amigos e namorada?

Boa Noite
esse sera o meu primeiro post em portugal reddit e eu preciso de ajuda para mim como fazer amigos e arranjar uma namorada eu vou falar sobre isso
eu Tenho 18 anos,faço 19 em duas semanas,sou autismo,ja acabar os estudios,agora tou fazer planos para ir escola profissional de tomar estudar informatica,agora vou explicar a minha vida
eu nao tenho amigos para ir sair para curtir desde no primeiro ano ate final do ano de turma mais eu tenho 3 amigos mais sao miudas a beatriz (a minha colega de infancia e ines verdasca (minha amiga colorida) e outra a amiga de online adelia (uma americana que e uma lesbica e tinha uma namorada ha 1 ano chamada sara mais acabar-se porque elas na encaixava muito bem) mais as duas nao pode sair para curtir porque beatriz tem amigos,ines verdasca tem um namorado mais nao pode ir sair para curtir comigo
na naquela altura eu tinha uma amiga que brincam comigo na casa da minha mae em cima no verao 2005 or 2006,depois minha amiga foi embora e nunca mais vi a minha amiga,e ficar sem uma amiga para brincar comigo
mais infeliz tente fazer amigos na escolas escola antonio torrado e escola dr manuel fernandes em abrantes mais nao conseguir eu tente mais sem sucesso
agora eu vou fazer e falar o amor,infeliz eu nao tinha uma namorada,nunca beijar,nunca abraçar mais eu tinha um crush na colega da escola chamada mariana marques no 5 ano ate 6 ano e ter fazer a mariana marques ser minha namorada no 10 ano,mais 2 dias depois ela rejeitou me,porque eu era timido e calmo,eu sou fora de sua liga dela,e ela quer o boy da mesma liga dela,e ficar triste mais eu tinha calma 3 semanas depois
agora a unica que eu tenho sentimentos pela ela era a ines verdasca,eu estava aproximado pela ela desde no segundo ano da artes e espetaculo,mais eu esteve quase para falar com ela para ir um encontro,fazer a ines ser minha namorada,mais ela deixou na minha escola para ir em tomar,eu chorei muito e ficar deprimo ja 4 semanas,infeliz ela gosta de mim como amigo,mais as coisas ficam melhor mais aindar ter sentimentos pela ela,mais um dia eu tenho de muita certeza que ines verdasca sera minha namorada,e ca espero que sim
eu nao sei mais como que foi arranjar amigos e uma namorada por favor algum perguntas como que eu foi fazer
submitted by _lemonpledge_ to PastaPortuguesa [link] [comments]


2020.07.14 17:41 JonPQ Alguma carreira de tiro para amadores em Portugal?

Alguém conhece algum sítio em Portugal (dava jeito se fosse no alentejo) onde seja possível fazer uma sessão de tiro, por alguém que nunca tenha mexido em armas de fogo?
Um pouco à semelhança das carreiras de tiro nos EUA, onde o acesso às armas é muito menos limitado...
Contexto: - Fui militar, mas não tenho LUPA nem nunca fiz tiro civil; - É suposto ser uma surpresa para a minha namorada, que nunca tocou numa arma mas está-me sempre a dizer que gostava de experimentar.
submitted by JonPQ to portugal [link] [comments]


2020.07.10 17:42 tugafcp Lambada à esquerda e à direita = Casa sem problemas

Ora bem, primeiro que tudo, para não dizerem que é mais um posto do Chega ou do Livre, ou do crl que o f&#%, meto "à esquerda e à direita" para não haver problemas políticos.
Em 2º lugar, dizer que não faço ideia se houve ou não racismo aquando das agressões, pois desconheço a coetnia das pessoas em questão.
Dito isto, e feito já o prelúdio, vou à noticia em si e quanto a comentários, acho que não os vou fazer, porque a única coisa que eu tiro da notícia é que não há problema nenhum em andar à lambada em Portugal!!
A mulher que em janeiro agrediu uma juíza e uma magistrada no Tribunal de Matosinhos foi, esta sexta-feira, condenada a três anos de prisão com pena suspensa por quatro anos.
A arguida está ainda sujeita a regime de prova e tratamento médico psiquiátrico, do qual terá de fazer prova de cumprimento de seis em seis meses.
Durante o julgamento, a arguida tinha confessado "integralmente e sem reservas" as agressões, pedindo desculpas às ofendidas. Tanto a defesa como o Ministério Público tinham pedido a condenação a uma pena suspensa.
A 15 de janeiro, a mulher, de 39 anos, agrediu uma juíza e uma procuradora num gabinete no Tribunal de Matosinhos durante uma conferência de pais em processo de regulação do exercício de responsabilidades parentais. Foi acusada de um crime de coação contra órgão constitucional e de dois crimes de ofensas à integridade física qualificada.
Após as agressões, a mulher foi sujeita a prisão preventiva, mas, por causa da covid-19, ficou em prisão domiciliária.
Refira-se que, no mês passado, a mesma mulher já tinha sido condenada a sete meses de pena de prisão, suspensa por um ano, por ter agredido o seu ex-companheiro e a atual namorada deste com uma pedra na cabeça, em 2018.
Antes de fazer a submissão, lembrei-me que esta decisão deve estar relacionada com o comentário da Ministra da Justiça Combater violência contra as mulheres, crianças e idosos são prioridades diz Van Dunem
Já agora, sendo que o mês passado teve pena suspensa, e este mês outra pena, a suspensa do mês passado não deveria passar a efectiva?
edit: fonte https://www.jn.pt/justica/tres-anos-de-prisao-para-mulher-que-agrediu-juiza-em-matosinhos-12409109.html
submitted by tugafcp to portugal [link] [comments]


2020.07.01 23:27 Super_2001 Ajuda!

Boa noite, caros compatriotas exilados do portugal. Hoje, enquanto estava atentamente a observar a magnificencia de um filme chamado "Killer Bean Forever" (em 4k porque nao sou um plebe), pude constatar uma situaçao extrema de racismo. Logo na cena inicial temos um minuto de dança ininterrupto em que várias personagens totalmente individualizadas demonstram o seu talento (claramente populares jovens a ajudar a sua comunidade com música aos berros).
Passou-se que a minha namorada estava ao meu lado e afirmou para meu horror que os talentosos feijões são "literalmente todos iguais".
Tendo em conta a recente especialização da sociedade portuguesa no tema de racismo, venho pedir conselhos sobre o que fazer. Será que o meu relacionamento acabou? Será que alguma vez irei recuperar deste trauma? O que fazer se a minha outra dama se revelar igualmente racista?
Não aguento mais ver esta opressão sistemática de feijões de café enquanto o feijão frade com ovo cozido e cebola continua a ser o prato preferido para muitos no Verão...
Obrigado desde já pela vossa contribuição para que me sinta melhor.
Deixo o link de parte do filme para que me possam dar razão.
[Killer Bean](http:// https://youtu.be/Lq2io5491DU)
PS: é uma sátira, por favor não digam que é bait. Já foi removido do portugal e um gajo precisa de karma para comer ao fim do dia... não me reportem à Joacine nem ao Ventura /s e fizerem favor...
submitted by Super_2001 to portugueses [link] [comments]